EDITORIAL: Mapeando as candidaturas e os campos políticos nas capitais e no Estado do Rio de Janeiro

por Josué Medeiros (DCP/IFCS) e Pedro Lima (DCP/IFCS)

É com satisfação que apresentamos a segunda edição do Boletim Eleitoral do NUDEB, cujo objetivo é analisar os conflitos da política brasileira condensados no pleito municipal de 2020.

Pretendemos, nesse monitoramento, analisar os campos políticos da esquerda e da direita, com suas subdivisões (esquerda petista, esquerda cirista, esquerda radical, centro-esquerda e direita liberal e direita bolsonarista) para acompanhar as tendências que se consolidam na crise da democracia brasileira.

Nossa hipótese geral nessa pesquisa é que as eleições de 2020 serão mais um momento da nossa crise da democracia, fortalecendo o bloco da direita – tanto liberal quanto bolsonarista – e sua agenda de destruição da Constituição de 1988.

Desta hipótese geral decorrem outras duas hipóteses específicas sobre cada campo político: à direita, entendemos que o processo será uma vitória política de Bolsonaro, mesmo que seus candidatos sejam derrotados pela direita liberal; à esquerda, afirmamos que a continuidade da fragmentação e divisão existentes em 2018 inviabiliza as pretensões deste setor de alterar de modo significativo a correlação de forças desfavorável.

No primeiro boletim, cuja pesquisa compreendeu a primeira metade do mês agosto, buscamos recuperar o histórico das tendências eleitorais em todas as capitais e em algumas cidades do Estado do Rio de Janeiro. Voltamos aos pleitos anteriores, especialmente 2012 e 2016 (mas em alguns casos voltamos mais atrás) de modo a preparar o terreno para o presente número.

Em setembro, a pesquisa se concentrou no mapeamento das convenções partidárias, cujo prazo final era 16 de setembro. Com isso, apresentamos aqui uma primeira sistematização do que será o processo eleitoral até a votação, em novembro.

Algo pode mudar nas cidades, pois o TSE pode impugnar candidaturas e os partidos podem desistir. Porém, caso ocorra, serão casos isolados e a diferença para o mapa aqui presente será mínima.

Outra informação importante sobre este boletim é o seu crescimento, que muito nos orgulha. Mais estudantes se somaram ao NUDEB nesse segundo semestre, permitindo que ampliássemos a pesquisa: no Estado do Rio de Janeiro, além da capital, Baixada Fluminense e do bloco Niterói/São Gonçalo/Maricá, esse número inclui a Região Serrana e o bloco Campos/Macaé e Rio das Ostras.

Desta forma, os textos que compõe essa edição são: Análise da conjuntura política que marca as eleições (1); candidaturas evangélicas (2); candidaturas coletivas (3); Região Norte (4); Região Nordeste (5); Região Centro-Oeste (6); Região Sul (7); Belo Horizonte e Vitória (8); São Paulo (9); Rio de Janeiro (10); Niterói/São Gonçalo/Maricá (11); Baixada Fluminense (12); Região Serrana (13); Campos/Macaé/Rio das Ostras (14). Esperamos, como sempre, que esse conjunto de artigos, contribuir tanto para a reflexão crítica sobre a nossa crise da democracia quanto para sua superação prática.

Sumário

Eleições sem democracia no Brasil do bolsonarismo por Josué Medeiros

Candidaturas Coletivas: uma nova forma de fazer política no Brasil? por Carolina Tostes

Lideranças evangélicas nas eleições municipais de 2020: mapeando as candidaturas por Rennan Pimentel

Um panorama das eleições municipais na Região Norte do Brasil por Maíra Tura

As eleições municipais na Região Nordeste por Isabela Neves, Isabel Uchoa e Renata Santiago

As Eleições Municipais na Região Centro Oeste por Gabriela Hafner

As eleições municipais de 2020 na Região Sul por Wanderson Mello

Eleições municipais 2020 em Belo Horizonte e Vitória por Sofia Ferreira

O quadro político eleitoral na cidade de São Paulo por Daniel Sousa

Eleições municipais no Rio de Janeiro: escândalos, denúncias e investigações precedem o pleito por Maria Luiza de Freitas

O quadro de candidaturas em Niterói, São Gonçalo e Maricá por Bruna Werneck

Direita tradicional x Direita tradicional: o contexto eleitoral da Baixada Fluminense por Lucas Paz dos Santos

Um panorama das eleições municipais na Região Serrana do estado do Rio de Janeiro por Venâncio Batalhone

Um panorama das eleições nas cidades de Campos dos Goytacazes, Macaé e Rio das Ostras por Gustavo Dias

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s