Eleições municipais no Rio de Janeiro: escândalos, denúncias e investigações precedem o pleito

Por Maria Luiza de Freitas

Este texto dá prosseguimento ao mapeamento das eleições municipais de 2020 na capital do Rio de Janeiro. A análise vai considerar novamente a divisão partidária a partir da dicotomia esquerda/direita, considerando também as segmentações internas de cada um dos campos – direita bolsonarista, direita liberal, esquerda petista, etc. .

Objetiva-se, então, apresentar o quadro das candidaturas mais relevantes até o presente momento e analisar os recentes acontecimentos – denúncias e investigações envolvendo o atual prefeito Marcelo Crivella (Republicanos)[2] e o ex-prefeito Eduardo Paes (DEM)[3] –, assim como suas possíveis implicações para o pleito vindouro.

Vale lembrar que, em virtude da pandemia provocada pelo novo coronavírus, o primeiro e o segundo turno do pleito foram adiados para os dias 15 e 29 de novembro, respectivamente. A decisão foi promulgada pelo Congresso – Emenda Constitucional 107/2020 – e também definiu  uma nova data para o registro final de candidatos: 26 de setembro[4].

Sobre a direita bolsonarista: os guardiões da reeleição

Em reportagem exibida em 31 de agosto[5], a Rede Globo noticiou um esquema de contratações da Prefeitura do Rio, que tinha por objetivo impedir e/ou atrapalhar que denúncias sobre a situação da saúde pública na capital fossem veiculadas na mídia. A tática, que já era adotada desde o fim de 2019, se intensificou durante a pandemia[6].

Organizados em escalas por meio de um grupo de WhatsApp, os ‘Guardiões do Crivella’, sustentados pelo dinheiro público, serviam como uma espécie de blindagem para o atual prefeito. Na pesquisa mais recente realizada[7], o atual prefeito enfrenta a maior taxa de rejeição entre os cariocas (67,4%). Nesse sentido, a tentativa de evitar que os problemas de sua atual gestão sejam veiculados pode ser compreendida como estando diretamente ligada ao resguardo de suas chances para reeleição.

Após a denúncia, um novo pedido de impeachment foi protocolado pela deputada e também candidata Renata Souza (PSOL)[8]. No entanto, em 3 de setembro, a Câmara Municipal livrou Crivella da abertura do processo (dos 51 vereadores, 25 rejeitaram a admissibilidade da denúncia)[9]. Em sua maioria, os votos a favor de Crivella partiram de vereadores filiados aos partidos de sua coligação. Sendo assim, para além de sua milícia guardiã na rua, o prefeito conta também com guardiões eleitos[10].

O Ministério Público do Estado do Rio de Janeiro iniciou a investigação sobre os possíveis crimes – associação criminosa e constrangimento ilegal – cometidos pelo prefeito[11]. Além disso, o MP também realizou buscas e apreensões para investigar a participação do atual prefeito em um suposto esquema de corrupção (QG da propina) na administração municipal do Rio de Janeiro[12].

Apesar de todos os recentes acontecimentos envolvendo Marcelo Crivella (Republicanos) e após ter escapado do processo de impeachment, sua candidatura à reeleição foi oficializada[13]. Sem um vice definido, a coligação “Com Deus pela família e pelo Rio” é composta por outros seis partidos (Patriota, Podemos, Progressistas, Solidariedade, PTC, PRTB) além do Republicanos.

Sobre a direita liberal: Eduardo Paes entre o banco dos réus e a manutenção da vantagem

A primeira pesquisa realizada depois da saída de Marcelo Freixo (PSOL) da disputa à prefeitura do Rio de Janeiro revelou a larga vantagem de Eduardo Paes (DEM)[14] diante dos outros candidatos. Despontando como favorito, o ex-prefeito teve sua candidatura oficializada[15] no último dia 2 e já escolheu Nilton Caldeira (PL) como seu vice[16]. Além disso, conta com o apoio das seguintes siglas: PL, PSDB, Cidadania, PV e Avante.

Assim como seu principal opositor no campo da direita, Paes também está sendo investigado pelo Ministério Público (MP-RJ). A denúncia foi aceita pelo TRE-RJ e ele tornou réu pelos crimes de corrupção, falsidade ideológica e lavagem de dinheiro[17]. Parada há três anos, a investigação foi concluída recentemente e, segundo Paes, configura uma tentativa clara de interferência nas eleições.

O presidente da Câmara Rodrigo Maia (DEM)[18] afirmou que a investigação será certamente arquivada e que Eduardo Paes será novamente prefeito. Em nossos próximos textos, cabe acompanhar o desenrolar dos fatos e os trâmites da investigação, assim como os possíveis impactos nas intenções de voto nas próximas pesquisas, que virão a ser realizadas posteriormente às denúncias.

Sobre a esquerda: disputas internas e a utopia da frente ampla permanecem no campo

No início de setembro, o Partido Socialismo e Liberdade (PSOL) oficializou a candidatura da deputada estadual Renata Souza[19]. Após o fracasso das tentativas de aliança com o Partido Comunista do Brasil (PC do B), a chapa contará com Íbis Souza Pereira, Coronel da Polícia Militar e ex-comandante-geral da PM do Rio, como o candidato à vice-prefeito[20].

Apesar da já ter sido oficializada pela sigla, um abaixo-assinado organizado por artistas objetivou fazer com que Marcelo Freixo (PSOL) reconsiderasse o retorno à disputa[21]. Assim, uma vez mais o argumento de uma frente ampla retorna ao centro do debate no campo progressista podendo ser, no entanto, paradoxalmente mobilizado para o acirramento de disputas internas.

Em resposta, Freixo declarou que a movimentação, que surgiu da sociedade, o surpreende, e que está aberto ao diálogo em prol da unidade. Nas redes, o deputado federal segue manifestando seu apoio a Renata Souza[22] e no último dia 12, em sua conta do Twitter (@marcelofreixo), pediu que todos aqueles que se mobilizaram pelo manifesto somem forças para fortalecer a campanha[23] da deputada.

Na outra ponta do campo de esquerda, o Partido Democrático Trabalhista (PDT) oficializou a candidatura de Martha Rocha[24]. Mantendo-se distante das investigações que envolvem os candidatos Marcelo Crivella e Eduardo Paes, a deputada estadual e o presidente da sigla entendem que essa postura, somada ao desgaste de seus concorrentes, pode fortalecê-la como uma opção viável para o eleitor[25]. Em uma primeira pesquisa divulgada[26], a candidata possui o menor índice de reprovação (42,2%), mas é também a menos conhecida entre os entrevistados.

Vale destacar que em 15 de setembro, o partido Rede apresentou o ex-presidente do Flamengo Eduardo Bandeira de Mello como candidato ao pleito[27]. Ao optar por uma candidatura própria, a aliança anteriormente ensaiada com o PDT se encerra. Nesse sentido, uma vez mais a construção de coligações mais amplas no campo progressista se mostra como uma opção utópica e distante.

CONCLUSÃO

O presente texto objetivou acompanhar a atual situação das candidaturas dos campos da esquerda e direita para o pleito de 2020. Além disso, procuramos listar as recentes denúncias e investigações envolvendo dois dos candidatos considerados como possíveis protagonistas da disputa – Marcelo Crivella e Eduardo Paes. Em textos futuros, cabe analisar as consequências desses acontecimentos na intenção de votos dos eleitores.


[2]: https://g1.globo.com/rj/rio-de-janeiro/noticia/2020/09/01/guardioes-do-crivella-entenda-as-denuncias-sobre-esquema-para-impedir-reportagens-sobre-a-saude-no-rio.ghtml

[3] https://g1.globo.com/rj/rio-de-janeiro/noticia/2020/09/08/entenda-a-denuncia-contra-eduardo-paes-reu-na-justica-eleitoral-por-corrupcao-e-mais-dois-crimes.ghtml

[4] http://www.tse.jus.br/imprensa/noticias-tse/2020/Julho/eleicoes-2020-prazo-final-para-registro-de-candidatos-vai-ate-26-de-setembro

[5] https://g1.globo.com/rj/rio-de-janeiro/noticia/2020/08/31/guardioes-de-crivella-funcionarios-da-prefeitura-fazem-plantao-na-porta-de-hospitais-para-atrapalhar-reportagens-sobre-a-saude-do-rio.ghtml

[6] https://g1.globo.com/rj/rio-de-janeiro/noticia/2020/09/01/apos-reportagem-mostrar-guardioes-do-crivella-grupo-no-whatsapp-sofre-debandada.ghtml

[7] https://veja.abril.com.br/politica/paes-abre-mais-de-10-pontos-de-vantagem-para-crivella-em-disputa-no-rio/

[8] https://twitter.com/renatasouzario/status/1300799189941714949.

[9] https://oglobo.globo.com/rio/autor-da-primeira-denuncia-protocola-novo-pedido-de-impeachment-de-crivella-na-camara-24592544

[10]https://noticias.uol.com.br/politica/ultimas-noticias/2020/09/03/votacao-vereadores-impeachment-crivella-rio.htm

[11]: https://www.brasildefatorj.com.br/2020/09/01/guardioes-do-crivella-motiva-novo-pedido-de-impeachment-contra-prefeito-do-rio

[12] https://g1.globo.com/rj/rio-de-janeiro/noticia/2020/09/10/crivella-ligou-para-empresario-alvo-de-busca-e-apreensao-durante-operacao-em-marco-mas-delegado-atendeu-diz-relatorio.ghtml

[13] https://odia.ig.com.br/rio-de-janeiro/2020/09/5984853-marcelo-crivella-oficializa-candidatura-a-reeleicao-no-rio.html

[14]https://veja.abril.com.br/politica/paes-abre-mais-de-10-pontos-de-vantagem-para-crivella-em-disputa-no-rio/

[15] https://g1.globo.com/rj/rio-de-janeiro/eleicoes/2020/noticia/2020/09/02/democratas-oficializa-candidatura-de-eduardo-paes-a-prefeitura-do-rio.ghtml

[16] https://blogs.oglobo.globo.com/lauro-jardim/post/paes-escolhe-o-seu-vice.html

[17]https://www1.folha.uol.com.br/poder/2020/09/deposito-no-exterior-vira-investigacao-criminal-contra-eduardo-paes-candidato-a-prefeito-no-rio-de-janeiro.shtml

https://valor.globo.com/politica/noticia/2020/09/09/maia-afirma-que-paes-sera-prefeito-do-rio-e-que-investigacao-sera-arquivada.ghtml

[19] https://g1.globo.com/rj/rio-de-janeiro/eleicoes/2020/noticia/2020/09/03/psol-oficializa-candidatura-de-renata-souza-a-prefeitura-do-rio-de-janeiro.ghtml

[20] https://psol50.org.br/coronel-ibis-souza-pereira-da-policia-militar-sera-vice-na-chapa-do-psol-a-prefeitura-do-rio/

[21] https://blogs.oglobo.globo.com/lauro-jardim/post/artistas-se-mobilizam-pelo-volta-freixo.html ; https://www1.folha.uol.com.br/poder/2020/08/bolsonaro-diz-que-nao-apoiara-candidatos-a-prefeito-no-1o-turno-das-eleicoes.shtml?utm_source=whatsapp&utm_medium=social&utm_campaign=compwa

[22] https://twitter.com/marcelofreixo/status/1304100641736994818?s=21.

[23] https://twitter.com/MarceloFreixo/status/1304863790954172416.

[24] https://politica.estadao.com.br/noticias/eleicoes,pdt-vai-oficializar-martha-rocha-como-candidata-a-prefeitura-do-rio,70003434382

[25] https://epoca.globo.com/guilherme-amado/eleicoes-2020-martha-rochaquer-distancia-de-crise-envolvendo-crivella-paes-diz-lupi-24633420

[26] https://veja.abril.com.br/politica/paes-abre-mais-de-10-pontos-de-vantagem-para-crivella-em-disputa-no-rio/

[27] https://oglobo.globo.com/brasil/eleicoes-2020/ex-presidente-do-flamengo-bandeira-de-mello-confirma-candidatura-prefeitura-do-rio-1-24641440

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s